Você já ouviu falar sobre o curso de gestão de startups e empreendedorismo digital? Provavelmente você já deve ter notado que nos últimos anos o termo Startup está em ascensão e crescendo como nunca, mas você sabe o verdadeiro significado dele? 

Muitos acreditam que as startups são empresas que estão iniciando no mercado há pouco tempo, outras acham que são empresas com custos baixos, mas com grande potencial de crescimento. E de fato, as pessoas que pensam dessa forma não estão erradas, pois essas organizações realmente podem estar em período de crescimento.

De modo mais específico, podemos dizer que as startups são empresas que possuem um modelo de negócios repetível e escalável, além de ser formada por um grupo de pessoas com perfil empreendedor, que sempre buscam por inovação e crescimento. 

Navegue pelos tópicos a seguir e encontre mais informações sobre o curso gestão de startups:

Como já vimos, as startups estão em constante evolução, e, por esse motivo, muitos profissionais estão buscando por faculdades ou cursos para aprimorarem ainda mais seus conhecimentos e alcançarem sucesso em sua carreira. 

Caso se identifique como um desses profissionais, sugiro que conheça o curso de desenvolvimento e gestão de startups da Faculdade Ideal, um curso totalmente amplo e que vai te preparar para um futuro promissor.

Não se engane: para aprender as melhores técnicas, é preciso estudar e estar totalmente preparado para tudo, pois sabemos que em qualquer área profissional podem acontecer momentos de declínio. Por isso, o curso será a melhor alternativa para prepará-lo. Isso porque ele vai te ajudar a enxergar todas as possibilidades e te ensinará a melhor maneira de agir em momentos difíceis.

Segundo dados da Associação Brasileira de Startups (Abstartups), o Brasil conta com cerca de 10 mil startups atualmente. Para atender esse potencial mercado, o curso da Faculdade Ideal Trends oferece ao estudante um contato próximo com a área, ensinando conhecimentos teóricos e práticos que permitem a identificação das tendências e novas oportunidades no micro e macro ambiente tecnológico, econômico e social.

Até o final do curso, o aluno terá um conhecimento totalmente amplo e vai poder ingressar no mercado com maior facilidade e tranquilidade, pois passará por professores totalmente qualificados ao longo da graduação.

Como funciona o modelo de trabalho em startups?

Quando falamos sobre startups, queremos dizer que tratam-se de empresas que podem ou não estar no período inicial. Além da fase da organização, o que define uma startup é a inovação por trás da solução que ela oferece, e um modelo de negócio que pode ser alavancado e replicado para alcançar um público maior, que possua uma determinada demanda.

Dentro delas, são adotadas diferentes características que as tornam empresas especiais e eficientes,  como:

  • Inovação: Geralmente as startups oferecem soluções de automação e outras tecnologias em seus processos, garantindo assim maior eficiência para o trabalho como um todo. A ideia é sempre reduzir custos e falhas sem que seja necessário um grande investimento estrutural;
  • Escalabilidade: A escalabilidade está ligada ao aumento do volume nas atividades de produção, mas sem a ampliação dos custos do negócio. Por essa razão, a startup é uma empresa que desde seu início é voltada para um segmento de mercado específico que tenha alta demanda, tudo para sustentar o crescimento do negócio sem que nada atrapalhe no planejamento;
  • Replicabilidade: Trata-se de um modelo de trabalho que aumenta o fornecimento de produtos de forma praticamente ilimitada, sem que nada altere as características dos produtos ou serviços prestados, sendo essencial para o sucesso de uma startup. 

Qual a função das startups?

Uma startup é um grupo de pessoas à procura de um modelo de negócios repetível e escalável, trabalhando em condições de grandes desafios, como oferecer serviços por meio de áreas tecnológicas. 

Entretanto, não podemos dizer que existe um único conceito para esse tipo de serviço. Isso porque nem toda startup é de tecnologia ou da área digital, pois existem também startups de biotecnologia, energia, entre outros.

Geralmente essas empresas possuem equipes formadas por poucas pessoas com flexibilidade e autonomia, além de estruturas pequenas. Muitos também creem na ideia de que uma startup é uma organização temporária.

Porém uma coisa é certa: em função da sua característica inovadora e do ambiente incerto, bem como altamente competitivo, as startups precisam ter a capacidade de atender e de se adaptar rapidamente às demandas do mercado. Por isso, deve ser formada por profissionais com perfil de liderança e que não tenham medo das mudanças.

Como é o dia a dia nas startups?

Muitas pessoas que pretendem ingressar no mercado de startups têm a mesma dúvida: “Como será a cultura organizacional e o dia a dia nas startups?” Para ajudar, iremos mostrar como funciona o ambiente e como ele pode garantir um crescimento profissional de maneira mais rápida.

Diariamente, os funcionários irão lidar com:

  • Troca de informações: Por ser uma empresa com estrutura menor, as startups conseguem trabalhar facilmente em equipe, e garantem que a troca de informações seja contínua e relevante. Além disso, os profissionais têm total liberdade para aprender, ensinar e, até mesmo, cometer erros, fazendo com que o clima organizacional seja mais descontraído e inovador;
  • Aprendizado contínuo: Por ser um ambiente menor e mais acolhedor, automaticamente as áreas terão maior liberdade para trocar aprendizado ao longo do dia. Esse ambiente inovador e de aprendizado contínuo estimula também a constante evolução;
  • Eventos e reuniões de integração: Eventos e reuniões de startups são extremamente importantes e reúnem profissionais com propósitos comuns, o que acaba proporcionando uma mistura inovadora, principalmente pelas conexões que podem surgir. 

Além disso, os eventos geralmente são responsáveis por: adotar um networking estratégico, gerar oportunidades e negócios, conhecer novas tendências, fortalecer a autoridade da sua marca, e claro, se conectar com grandes especialistas no mercado, sendo ideal para o crescimento constante do seu negócio.

Principais segmentos de startups

Com o crescimento acelerado das startups, muitas empresas estão inovando para oferecer o mesmo modelo de negócio oferecido por eles. Mas, engana-se quem acha que exista apenas um modelo de negócio específico, ou mesmo, um segmento próprio.

Abaixo, iremos mostrar quais são esses segmentos e explicá-los um a um:

  • Fintechs: São startups que trabalham com foco em inovar e otimizar os serviços do sistema financeiro, como remessa de dinheiro e gestão de finanças pessoais; 
  • Healthtechs: Desenvolvem soluções tecnológicas, bem como sistemas especiais, para o setor de saúde. Alguns exemplos são: programas para a gestão de leitos nos hospitais públicos, aplicativos para gestão de insumos hospitalares, entre outros;
  • Insurtechs: Startups voltadas ao mercado de seguros que, em geral, utilizam a tecnologia para otimizar a gestão, como o processamento de sinistros, comparação de planos, e etc;
  • Proptechs: Trabalham na aplicação da tecnologia e economia para plataformas de mercados imobiliários. Tudo por meio do desenvolvimento de soluções que facilitam os procedimentos de propriedade, diminuem a necessidade de impressão de papéis, entre outros;
  • Retailtechs: Startups que desenvolvem e oferecem soluções tecnológicas voltadas para o mercado de varejo e consumo;
  • Legaltech: Startups que inovam no mercado jurídico, por meio de tecnologias e softwares especiais;
  • HR tech: As siglas HR vêm de Human Resources (Recursos Humanos). Portanto, essas startups são voltadas a automatizar processos de RH e aumentar a eficiência do setor por meio de soluções tecnológicas que ajudam a encontrar os profissionais mais adequados para as vagas, por exemplo;
  • Adtechs/Martechs: As Adtechs são responsáveis por desenvolver tecnologias para a otimização da convergência de mídias, distribuição de anúncios, análise do público-alvo das campanhas e muito mais. 

Já as Martechs focam no setor de marketing, especialmente na era digital, contando com  o uso do Big Data, bots e demais ferramentas para a otimização de seus processos;

  • Agtech: Startups que voltam suas inovações para o mercado do agronegócio, por meio da utilização de tecnologias agrícolas ou agrotecnologia;
  • Edtech: Desenvolvem soluções tecnológicas para a oferta de educação, promovendo soluções que aumentam o acesso ao ensino, melhoram a qualidade do aprendizado e muito mais.

Mercado de trabalho das startups

Ambiente pouco iluminado, muito elegante, em estilo empresarial. Há três mulheres sentadas à direita da imagem conversando. Um homem à esquerda mexendo no computador.

Como vimos até o momento, o mercado de trabalho das startups não para de crescer, seus serviços estão cada vez melhores, graças às tecnologias. E a expectativa é que o número de empresas aumente ainda mais. 

Para se ter uma ideia, segundo a Associação Brasileira de Startups, de 2015 até 2019, o número de startups no Brasil saltou de 4.151 para 12.727, um aumento de 207%.

Os números não param de crescer e a procura pelos cursos de desenvolvimento e gestão de startups tem sido cada vez maior. Isso porque os profissionais não querem apenas uma oportunidade de ingressar no mercado, mas também estão em busca de se desenvolverem da melhor forma, bem como encontrar maneiras de ganhar o máximo de conhecimento para replicar no seu negócio.

Podemos dizer que o real motivo para esse crescimento tem a ver com os avanços tecnológicos. Isso porque, além de facilitarem a vida do empreendedor, as novas tecnologias criam, e continuarão criando, muitas oportunidades e modelos de negócio.

FAQ especial: Curso de Desenvolvimento e Gestão de Startups

Ao decidir ingressar em qualquer graduação, é comum surgirem muitas dúvidas em relação às matérias, professores, módulos e muito mais. Por isso, é recomendado que os alunos busquem primeiramente por todas as informações do curso para, depois dessa etapa, se matricularem em uma universidade sem medo.

Para te ajudar mais neste momento tão importante, separamos as principais dúvidas que recebemos. Confira:

Quem pode fazer o curso gestão de startups?

Após a conclusão do ensino médio, qualquer pessoa que se interessa pelo mercado de startups, independentemente da sua idade, pode e deve ingressar em uma faculdade e estudar quantos anos for preciso para realizar seu sonho. 

Não há idade para aprender coisas novas, e sabemos que quem deseja mudar de segmento, deve abrir a mente para novos conhecimentos, seja através da faculdade, cursos ou demais metodologias. Aprender sempre é a chave para o sucesso.

Independentemente se você está saindo agora do ensino médio ou está indo para sua terceira ou quarta graduação, o que importa é ter coragem suficiente para mudar de vida e correr atrás de seus sonhos.

Qual a importância do curso Gestão de Startups na Ftrends?

Pessoas sentadas à mesa à direita assistindo a uma apresentação mostrada por uma pessoa à esquerda que apresenta dados em uma lousa. O ambiente é claro, as pessoas estão sorrindo.

De maneira geral, podemos dizer que as startups possuem um modelo de trabalho totalmente flexível e com crescimento acelerado. Investir em uma startup significa ingressar em uma jornada repleta de desafios, mas a posse de conhecimentos ricos e adequados podem minimizar grandemente os obstáculos, bem como permitir que o sucesso seja atingido mais facilmente.

É preciso saber que as startups estão cada vez mais agregando no mercado com dinamismo e inovação. Por isso, o profissional que deseja atuar nesse mundo precisa estar apto e desenvolver habilidades específicas para se destacar no ambiente corporativo, levando sempre novas ideias e visões sobre como as decisões podem ser tomadas. 

Além de empreender, o aluno formado no curso de Desenvolvimento e Gestão de Startups da FTrends será capaz de realizar análise de cenários e viabilidade de produção e/ou operação de um negócio, departamento, produto ou serviço, gerir pessoas e aprimorar a atualização tecnológica nos mais diversos setores econômicos e segmentos corporativos. 

O que é ensinado no curso de Gestão de Startups e Empreendedorismo Digital?

O curso de Gestão de Startups e Empreendedorismo Digital da Faculdade Ideal Trends é um curso superior de tecnologia com duração de dois anos. Ele é voltado para alunos de qualquer idade que têm espírito empreendedor ou que desejam desenvolver essa habilidade.

Ao longo dos semestres, os professores vão oferecer todo o suporte para que o aluno desenvolva habilidades e competências para trabalhar na área desejada, assim que sair da faculdade. 

E em todo o momento, os professores estarão centrados em ensinar as técnicas e as novas formas de empreender no mundo atual, permitindo que os alunos já consigam ter uma visão ampla do segmento.

Aqui na Faculdade Ideal Trends, suas aulas serão por modalidade EAD, online, por professores especialistas no mercado que vão desafiá-los diariamente, mostrando casos reais e garantindo que o ensino do começo ao final seja totalmente útil e bem aproveitado.

No curso inteiro, os alunos passarão por diferentes matérias, que envolvem tecnologia, ciências humanas e muito mais. 

São elas:

  • Administração Financeira Avançada – 80h
  • Antropologia – 60h
  • Comunicação- 60h
  • Contabilidade Geral – 80h
  • Cultura Organizacional e Liderança Criativa – 80h
  • Custo e Orçamento Empresarial – 80h
  • Desafios Contemporâneos – 60h
  • Empreendedorismo – 60h
  • Estratégia Empresarial – 80h
  • Ética e Responsabilidade Socioambiental – 60h
  • Fundamentos da Administração – 80h
  • Fundamentos da Economia – 80h
  • Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação – 80h
  • Gestão de Pessoas – 80h
  • Gestão de Projetos – 80h
  • Gestão do Conhecimento – 60h
  • Gestão Estratégica da Inovação – 80h
  • Governança Corporativa – 80h
  • Inovação e Criatividade em Negócios – 80h
  • Negociação e Resolução de Conflito – 60h
  • Optativa – 60h
  • Projeto Integrador I – 60h
  • Atividades Complementares – 100

Além das matérias aplicadas online, a FTrends disponibiliza encontros nos Polos de Apoio Presencial, que ocorrem duas vezes por mês durante 4 horas, para realização de atividades, trabalhos e para sanar todas as dúvidas dos alunos.

E não podemos esquecer de mencionar que quem é formado na área de gestão de startups e empreendedorismo digital, conta com a possibilidade de atuar em diferentes áreas dentro do mercado de startups, como: administração, finanças, gestão e muito mais. Portanto, o curso abre portas para um futuro promissor.

Quais os diferenciais do curso Gestão de Startups e Empreendedorismo?

Se você ainda tem dúvidas sobre o curso Gestão de Startups, saiba que ele é um curso totalmente completo, que vai transformar sua mente empreendedora e abrirá caminhos para que você seja dono do seu próprio negócio.

Não pense que ser empreendedor tem a ver somente com o fato de ter o seu próprio negócio. Tenha certeza que vai muito além, e exige postura empreendedora, mente inovadora e perfil totalmente arrojado e criativo para estabelecer as melhores estratégias que vão delinear o seu futuro. 

Ser empreendedor é, acima de tudo, ter facilidade para identificar novas oportunidades de ação e capacidade para propor e implementar soluções aos problemas de forma assertiva e adequada ao contexto. É não ter medo do novo e se empenhar para que seu negócio decole.

Todos nós nascemos com a mente empreendedora e temos capacidade de abrir nosso próprio negócio, ou mesmo de trabalhar em uma grande empresa. 

Alguns possuem uma capacidade maior, outros necessitam de mais estudos para que sua mentalidade se expanda e para que novas ideias surjam. Mas independentemente da situação, uma das principais  chaves para o sucesso é dar o primeiro passo. 

Dentro do curso de Desenvolvimento e Gestão de Startups, os alunos terão aulas totalmente voltadas aos seus objetivos, e vão aprender a:

  • Ter seu potencial reconhecido pelos demais;
  • Liderar ou gerenciar projetos do zero;
  • Assumir desafios importantes para o negócio;
  • Ter mais oportunidades de crescimento;
  • Alavancar o negócio e encantar cada vez mais os clientes;
  • Fazer o ambiente de trabalho um local de sucesso;
  • Contratar mentes brilhantes para fazer a diferença no grupo;
  • Entre outros.

Os empreendedores precisam ter muitas habilidades, e elas começam na sala de aula e devem ser desenvolvidas na carreira.

Dentre essas habilidades e competências, estão:

  • Resiliência: Empreender requer muita resiliência para alcançar seus objetivos. Para ter sucesso nessa carreira, é necessário aprender a lidar com essas dificuldades e superá-las uma a uma;
  • Liderança: Trata-se da habilidade de motivar, influenciar, inspirar e liderar um grupo de pessoas, a fim de atingir os objetivos da organização;
  • Flexibilidade: É fundamental ter jogo de cintura para se adaptar aos diferentes cenários, estar aberto para mudanças de ideias e aceitar a opinião de outros colaboradores;
  • Organização: A organização envolve a divisão de tarefas e responsabilidades, como montar e seguir o planejamento criado, saber gerir seu tempo, ter uma rotina muito bem definida, cumprir prazos e muito mais;
  • Ambição: Buscar sempre mais, garantir a melhora de todos os pontos e estar em constante desenvolvimento. Estudar as principais tendências e se especializar cada vez mais é uma característica que não pode faltar;
  • Persuasão: Estratégia de comunicação que visa convencer investidores e clientes das razões pelas quais eles devem adquirir seus produtos ou serviços, e não os da concorrência;
  • Autoconfiança: Por fim, ter autoconfiança, acreditar em si mesmo, nas suas ideias e no seu projeto e sempre permitir que seus funcionários lhe dêem Feedback para melhorias contínuas.

Qual o corpo docente do nosso curso de Gestão de Pessoas em Startups?

Quando decidimos entrar em uma faculdade, buscamos todas as informações e detalhes possíveis para que nossa escolha seja correta e para que não haja arrependimentos futuros. 

Em meio às pesquisas, procuramos informações sobre a instituição, detalhes do curso, e o mais importante: informações sobre os especialistas que nos darão suporte ao longo do curso.

Pensando em ajudar os estudantes, a Faculdade Ideal Trends disponibiliza o Currículo Lattes da coordenação geral do curso. Com isso, você saberá todas as informações sobre a coordenação responsável, o que inclui dados de formação, anos de experiências e muito mais.

E assim como os professores especialistas, a coordenação também possui um alto nível de docência, pois a Faculdade Ideal Trends preza, acima de tudo, a qualidade e excelência de ensino aos seus alunos.

Por que estudar Gestão de Startups e Empreendedorismo Digital em EAD?

Na maioria das vezes, há tantos afazeres no cotidiano que se faz necessário encontrar uma forma de se desdobrar para realizar todas as tarefas. Com isso, pode haver um acúmulo de atividades que acabam ficando para trás.

Entretanto, há muitas pessoas que desejam ingressar em uma graduação, mas por falta de tempo, acabam desistindo. Por isso, o ensino à distância tem se tornado cada vez mais comum e tem ganhado a confiança desse público.

Além disso, a modalidade EAD tem deixado de ser uma escolha realizada apenas pela falta de tempo, e passa a se tornar umas das principais preferências. Isso acontece devido ao avanço tecnológico, a facilidade de acesso à internet e ao investimento das instituições em boas experiências aos alunos.

Alguns anos atrás, fazer uma graduação sem sair de casa era uma realidade quase impossível. Isso porque o acesso à internet era para poucos, e as instituições ainda não ofereciam esse tipo de modalidade. 

Mas com o passar dos anos o mundo mudou e hoje existem inúmeras vantagens para quem opta pelo ensino à distância.

Confira:

  • Flexibilidade de horário: O aluno assiste às aulas na hora mais conveniente para ele, garantindo que consiga conciliar seus estudos com outros planos e obrigações do dia a dia;
  • Autonomia: O ensino à distância torna o estudante mais autônomo. A responsabilidade dele não é apenas acompanhar as aulas, mas sim de ter comprometimento com o que está sendo ensinado, anotar as dúvidas, realizar as atividades passadas pelos professores e muito mais, o que por si só, acaba por se tornar uma habilidade dos empreendedores;
  • Custo-benefício: Não podemos falar de ensino à distância sem mencionar o custo, que sem dúvidas é outro ponto totalmente interessante. A modalidade à distância permite que o aluno pague um valor muito abaixo do preço de uma faculdade presencial.  

Isso acontece porque os cursos em EAD não necessitam de uma estrutura física igual ao ensino presencial;

  • Ensino de qualidade: Independentemente se seu curso é presencial ou à distância, a qualidade de ensino será a mesma e você aprenderá todas as matérias importantes para se tornar um excelente profissional além de poder  entrar no mercado de trabalho com maior facilidade. 

Viu só quantos benefícios o ensino EAD pode te proporcionar? Portanto, não perca tempo em conhecer a melhor faculdade de ensino à distância.