A Educação à Distância (EaD) vem crescendo de forma acelerada nos últimos tempos. Muito desta expansão se deve aos avanços das TICs (Tecnologias de Informação e Comunicação), as quais vêm ampliando o alcance e as possibilidades da EaD.

O desenvolvimento das TICs se dá principalmente na área educacional, segmento que auxilia no processo de remoção das barreiras geográficas que impediam o encontro da aprendizagem, qualificação profissional e desenvolvimento social.

Educação à Distância

Conteúdos digitais para aprimoramento acadêmico

A explosão dos conteúdos de informação digitais implica constantes transformações no ensino e na aprendizagem e, por consequência, também no papel tradicional dos serviços informativos prestados pela biblioteca universitária que, contrariando o senso comum, não deixou e não deixará de existir com o surgimento das novas tecnologias.

Nesse contexto, é o momento da biblioteca se reinventar para se adaptar a essa nova realidade, atendendo às necessidades e expectativas desse novo perfil de usuário.

O atual momento é apropriado para observar as mudanças voltadas à criação de novos produtos e serviços, de forma presencial ou remota, do tradicional ao híbrido, agregando diferentes recursos para atender às necessidades informacionais e, principalmente, gerando a interatividade com o usuário, valendo-se mais das redes sociais e da aprendizagem colaborativa.

Na obra de 2010 “Mídias sociais nas empresas: colaboração, inovação, competitividade e resultados”, os pesquisadores Jue, Marr e Kassotakis indicam que as mídias sociais utilizadas no contexto das bibliotecas universitárias incluem:

  • Blogs e microblogs;
  • Wikis;
  • Redes sociais;
  • Fóruns de discussão;
  • Podcasts;
  • Webconferências;
  • Simulações virtuais
  • Feeds de RSS, dentre outros.

Estes ambientes geram desafios e criam um ambiente dinâmico, logo devem ser entendidos como uma oportunidade também ao profissional bibliotecário de exercer um papel fundamental de apoio à aprendizagem e difusor do conhecimento e da informação junto aos professores, alunos e pesquisadores da Instituição na qual é vinculado. 

O futuro da Educação à Distância

A EaD ainda deve passar por diversas evoluções, devido ao rápido avanço das TICs. Como tendência, a Educação à Distância continuará a impactar a vida acadêmica em geral. 

Haverá muitas oportunidades para que a biblioteca universitária se envolva em discussões sobre as formas de oferecer serviços inovadores que sejam efetivos e garantam o acesso à informação, a fim de continuar seu ciclo benéfico de apoio às práticas educativas.

O futuro também pode trazer como um grande desafio para o bibliotecário o papel de ser mediador da informação, aliando o uso das novas tecnologias para melhor satisfazer essa demanda e criar mecanismos que auxiliem na articulação do conhecimento por parte dos usuários da biblioteca.